Amaná na Mídia

A importância das brincadeiras e interações no mundo infantil

A importância das brincadeiras e interações no mundo infantil

O brincar espontâneo, autoiniciado pela criança é fundamental na escola, é preciso permitir e prover essa forma de brincar. O brincar dirigido, conduzido pelo adulto e o espontâneo, ambos proporcionam o desenvolvimento e a aprendizagem. Ao brincar, a criança tem a possibilidade de conhecer o seu próprio corpo, o espaço físico e social, as pessoas com as quais ela convive, conquistando a autonomia e construindo a sua identidade. Brincando, ela também terá oportunidade de aprender conceitos, regras, normas, valores. Terá oportunidade de aprender conteúdos conceituais, atitudinais e procedimentais nas mais diversas áreas do conhecimento. Poderá desenvolver as linguagens:, oral, escrita, a musical, a plástica e matemática.

O brincar, às vezes, é considerado nas escolas infantis como momentos destituídos de significado, sem uma finalidade, pois, algumas vezes, encontramos professores que dizem: “agora é hora de estudar, depois podemos brincar”. Ressaltamos que o brincar nas escolas infantis deve estar presente em muitas práticas educativas, nas atividades de aprendizagem, nos momentos de atividades mais livres, despertando, na criança, o prazer de estar na escola, o prazer de estudar, no prazer como forma de liberdade de expressão.

Mesmo quando a criança brinca livremente no parque infantil, ela estará desenvolvendo novas habilidades e competências. Neste momento, o professor poderá observar a criança, nas suas relações com outros colegas, nas relações estabelecidas com os objetos, e ainda, nas descobertas e desafios que cada brinquedo do parque pode proporcionar. Mesmo brincando livremente o professor poderá conduzir e orientar a brincadeira, tornando-a mais atraente, desafiadora.

Matéria publicada em 03/10/2014
Visite matéria completa em: https://www.valedocai.com.br/entrevista/21/a-importancia-das-brincadeiras-e-interaaaes-no-mundo-infantil/



Scroll Up